Seja bem-vindo, deseja


localize seus livros
utilize a busca e localize a obra desejada em nosso catálogo

Tony Ramos: no tempo da delicadeza ( Coleção Aplauso Perfil)

baixar edição gratuita

versão pdf versão txt
R$15,00

esgotado

Detalhes

Considerado o herói romântico preferido do Brasil e atualmente interpretando o personagem Nikos, na novela Belíssima, Tony Ramos fala da simplicidade da vida, da profissão e do amor pela família na biografia Tony Ramos - No Tempo da Delicadeza", escrito pela jornalista Tania Carvalho. A obra faz parte da Coleção Aplauso, da Imprensa Oficial do Estado de São Paulo. Com 56 anos de idade, 41 anos de uma carreira de sucesso no teatro, cinema e na TV, Tony Ramos é reconhecido pelos amigos e colegas de trabalho como um homem ético, bem-humorado, inteligente, carinhoso e cidadão. Mesmo com tantos elogios de todos os lados, ele sempre conseguiu manter privacidade em sua vida pessoal e nunca se deixou levar pelo deslumbramento da profissão. "Não sou pretensioso ou bonzinho. Também me recuso a ser, como muitos pensam, quadrado, certinho, bom moço. Sou o que sou", afirma. A jornalista Tania Carvalho comenta que foi um grande prazer escrever a biografia de Tony e considera o livro leitura obrigatória nos tempos de hoje: "A obra conta a história de um homem que valoriza antes de tudo a ética, o companheirismo, a amizade, a lealdade, a delicadeza. E que venceu na vida pelo seu trabalho. Ou seja, coisa rara nos dias de hoje. É muito bom conversar e poder contar a vida de uma pessoa que não se deslumbra com o sucesso, com as capas de revistas e que sabe muito bem criar cercas em torno da sua privacidade. Sempre com delicadeza!" Quando Tony fala de estímulo, cita duas locomotivas que caminham em trilhos paralelos e que nunca se cruzam em sua vida, embora andem na mesma velocidade: "Um trem é o da profissão, do trabalho, movido pela inquietação, pela busca da alma dos meus personagens, pelo estímulo do público. O outro é o trem pessoal, construído com muito carinho e estão nele Lidiane, nossos filhos Andréa e Rodrigo, nossos netos Gabriela e Henrique, minha mãe Maria Antonia, meu tio Clóvis, minha sogra Gilda e todos os agregados". Paranaense de nascimento, paulista de criação e carioca por adoção (há 28 anos mora no Rio, desde que começou a trabalhar na Rede Globo), Tony foi criado pela mãe e pela avó. "Duas mulheres maravilhosas e destemidas, com quem aprendi todas as lições. Por causa delas, cresci com uma certeza: o sucesso, o poder, a notoriedade e a fama, não te autorizam, não te qualificam como ser humano e não te fazem melhor do que ninguém." Essa lição, ele e Lidiane passaram para os filhos e até hoje o ator diz que se comove por ver que eles jamais usaram seu nome para nada, que cada um buscou seu próprio caminho. Da mesma forma, palavras como inveja, fofoca, soberba, preconceito, intolerância passam distante do seu vocabulário e da sua vida: "Se de uma coisa me ufano é de nunca ter prejudicado ninguém. Sei quem sou, o que quero fazer na vida, o que posso e até o que represento para as pessoas. Mas quero conviver com isso naturalmente, sou uma pessoa absolutamente igual a todas as outras. Com vários prêmios conquistados no cinema, teatro e tevê, Tony continua em alta nas novelas e marcou sua participação neste gênero, e nas minisséries, com grandes personagens em produções como Os Rebeldes, Antonio Maria, Nino, o Italianinho, As Bruxas, Simplesmente Maria, Vitória Bonelli, Ídolo de Pano, A Viagem, O Astro, Pai Herói, Chega Mais, Espelho Mágico, Baila Comigo, Grande Sertão, Veredas, Selva de Pedra, O Primo Basílio, O Sorriso do Lagarto, A Próxima Vítima, Torre de Babel, Laços de Família, Mulheres Apaixonadas, Cablocla e Belíssima. Apesar da fama na TV, Tony também participou de várias montagens no teatro. Sua primeira peça foi Quadros da Vida, de Geraldo Vietri. Depois vieram Quando as Máquinas Param, de Plínio Marcos, Rapazes da Banda, Pequenos Assassinatos, Um Grito de Liberdade, Caiu o Ministério, Absurda Pessoa do Singular, Meu Refrão - Olé Olá, Lucia McCartney, A Morte e a Donzela, Cenas de um Casamento, Novas Diretrizes em Tempo de Paz, sucesso mais recente ao lado de Dan Stulbach. "O que eu mais busco no teatro é a palavra, o seu poder. Adoro as palavras. É a melhor arma contra a violência", ele diz. No cinema, Tony fez Noites do Sertão, Ninguém Segura essas Mulheres, Leila Diniz, Minas Texas, O Noviço Rebelde, Pequeno Dicionário Amoroso, Bufo & Spallanzani, Se eu Fosse Você, ao lado de Glória Pires. Quando fala de sua vida, a personagem mais freqüente é a esposa Lidiane, a grande companheira, inclusive para assuntos de trabalho: "A primeira pessoa a ouvir as primeiras idéias sobre um personagem é a minha mulher. Mostro para ela as coisas lindas que estão escritas, digo o que estou pensando sobre o personagem, como pretendo faze-lo. Ela me ouve, me aconselha, me agüenta com as minhas inquietações nas horas mais impróprias. Tenho uma relação inteligente, saborosa e bem humorada com Lidiane." Entre os planos para o futuro, estão a idéia de escrever roteiros para cinema, fazer um c urso de seis meses na Universidade de San Diego ou na Califórnia e até assumir a direção de uma produção. E completa: "Certo mesmo é que minha vida familiar estará sempre à frente do meu trabalho. Acredito que a tal felicidade não se compra; não se acha escondida. Ela está dentro de cada um de nós, cumpre-se encontrá-la. Mas, sem dúvida, ela só aparece quando se está em paz com a gente mesmo e não espiando, desejando, a felicidade alheia. Vida é trabalho e bom senso." Sobre a autora Tania Carvalho é jornalista desde a década de 70, quando começou a trabalhar na revista Manchete. É autora dos livros "Nas Asas do CAN", junto com Isio Bacaleinick e Lalo de Almeida, uma reconstituição, a bordo de um avião dos anos 40, das viagens que eram feitas pelos pilotos do Correio Aéreo Nacional pelo interior do Brasil, a partir da década de 30; e das biografias de Irene Ravache - Caçadora de Emoções , Paulo José - Memórias Substantivas- , Rosamaria Murtinho - Simples Magia, Aracy Balabanian - Nunca Fui Santa e Ney Latorraca - Uma Celebração-, todas lançadas dentro da Coleção Aplauso. Durante 14 anos Tania trabalhou no departamento de divulgação da Central de Comunicação, da Rede Globo. Passou, ainda, por diversas publicações como Última Hora, Revista do Rock, Mais, Criativa, Claudia e Desfile, entre outras.

Informação Adicional

Código 12.0.813.187
Largura (em cm) 18
Comprimento (em cm) 12
Altura (em cm) 1,2
Número de Páginas 168
Peso Bruto (em kg) 0,18
Formato da Capa Capa flexível
Ano de publicação 2006
Tipologia Frutiger
Papel Capa Triplex 250 g/m²
Papel Miolo Offset LD 90 g/m²
Editora ISBN ISSN
IMPRENSA OFICIAL DO ESTADO S/A 8570604440 -